Certificado digital em nuvem: tudo o que você precisa saber

Imagem de destaque para post sobre certificado digital em nuvem no Blog Assinei (Créditos: Freepik)
O que é certificado digital em nuvem? Como ele funciona? Quais suas principais vantagens? Tire todas as suas dúvidas neste artigo!

O uso do certificado digital em nuvem é cada vez mais comum em diversos serviços realizados pela internet. Desse modo, conforme mais pessoas o conhecem e adquirem, surgem mais dúvidas sobre essa modalidade de identidade eletrônica.

Neste artigo vamos explicar o que é certificado digital em nuvem e apresentar suas principais vantagens.

Acompanhe a seguir!

O que é certificado digital?

Primeiramente, vamos retomar brevemente o que é certificado digital.

O certificado digital é um documento de identidade eletrônica para pessoa física ou jurídica. Seu uso é amplo e vai desde a assinatura digital de documentos até transações online.

Na prática, o certificado digital surgiu com o objetivo de garantir a autenticidade, integridade e validade jurídica de documentos eletrônicos.

Por isso, apenas entidades credenciadas como Autoridades Certificadoras (AC) podem realizar a emissão da identidade e verificar, devidamente, as informações fornecidas pelo solicitante.

Sendo assim, podemos dizer que o certificado digital serve para autenticar todo tipo de atividade online com segurança, privacidade e agilidade.

O que é certificado digital em nuvem?

O certificado digital em nuvem consiste basicamente em um tipo de certificado digital que pode ser armazenado, gerenciado e compartilhado de forma totalmente online.

Um dos principais benefícios que a tecnologia em nuvem oferece é a mobilidade. Desse modo, usuários podem acessar o certificado digital de qualquer dispositivo e lugar, 24 horas por dia — basta ter uma conexão de internet apropriada.

Sendo assim, o certificado digital em nuvem permite que as organizações emitam, revoguem e gerenciem os certificados com mais eficiência.

Ademais, também por meio do certificado digital em nuvem, é possível utilizar a assinatura digital em um documento ou, até mesmo, cumprir com as entregas fiscais da sua empresa por meio de qualquer computador ou dispositivo móvel.

Como funciona o certificado digital em nuvem?

Em síntese, o certificado digital em nuvem é tão seguro quanto os que são armazenados em mídia física. Isso acontece por que ele é salvo em um servidor Hardware Security Module (HSM), que dispõe de um nível elevado de segurança.

Em geral, esse equipamento é o mesmo utilizado pelas Autoridades Certificadoras, porém com um código PIN de acesso individual para cada um dos usuários dos documentos armazenados.

Assim, o usuário tem a possibilidade de adicionar outros mecanismos de segurança. Como exemplo, temos a autenticação de dois fatores, em que se realiza o envio um código por mensagem no celular, ou a biometria.

Além disso, por utilizar a nuvem, essa modalidade permite que o titular acesse o certificado de qualquer dispositivo eletrônico, sem ser necessariamente o celular ou computador. Logo, não é preciso instalar nenhum tipo de driver ou fazer atualizações constantes.

Quais são as vantagens do certificado digital em nuvem?

A princípio, o certificado digital em nuvem é uma ferramenta que oferece mais mobilidade para o usuário.

No entanto, ele possui inúmeras outras vantagens, como as seguintes:

Prazo de validade estendido

Em geral, o prazo de validade do certificado digital em nuvem pode durar até cinco anos.

Neste caso, o certificado digital do tipo A3 possui validade de 1 a 5 anos. Logo, o usuário não precisa se preocupar em renová-lo anualmente.

Armazenamento

O certificado digital em nuvem não precisa de um dispositivo físico para seu armazenamento. Esta é uma grande vantagem, já que esses aparelhos podem apresentar problemas de compatibilidade com sistemas operacionais, com instalação ou navegadores.

Mobilidade

Como é possível acessar o certificado digital em nuvem a qualquer momento e de qualquer lugar, não é necessário se deslocar com a versão física do documento (geralmente, em cartão ou pen drive).

Outra vantagem para a mobilidade é que como o certificado digital em nuvem não exige instalação, também não é preciso se preocupar com o transporte do dispositivo eletrônico (como, por exemplo, o computador da empresa, que dificultaria o deslocamento em atividades externas).

Segurança

Assim como o certificado digital físico, as transações ocorridas na nuvem também são criptografadas por amplas camadas de segurança, promovendo uma máxima proteção.

Além disso, essa modalidade conta com duas senhas de autenticação, PIN e PUK, evitando assim, o acesso de terceiros ao certificado.

Logo, as chances de perda ou danos na ferramenta são menores, uma vez que ela é armazenada diretamente em um sistema virtual.

Compartilhamento de arquivos

Esse modelo de certificado digital permite o acesso a arquivos na nuvem por vários usuários, de diversos lugares, e em alguns casos, ao mesmo tempo.

No entanto, vale ressaltar que esse compartilhamento de acesso só funciona para usuários autorizados.

Aplicações

Da mesma forma que o formato físico, é possível utilizar o certificado digital na nuvem em diversos tipos de aplicações.

Isso inclui a declaração do Imposto de Renda pré-preenchido, acesso ao e-CAC, abertura e fechamento de empresas, entre outras atividades.

Assinatura digital

Uma das principais vantagens do certificado digital em nuvem é a possibilidade de utilizar a assinatura digital em documentos, contratos e transações online.

Esta modalidade de assinatura eletrônica utiliza criptografia para proteger a integridade dos dados.

Inclusive, vale ressaltar que só podemos concretizar a assinatura digital com o uso de certificado digital.

Para entender mais sobre o tema, confira nosso artigo sobre os diferentes tipos de assinatura.

Banner-CTA-Assinei-Certificado-Digital

Como obter o certificado digital em nuvem?

Para obter o certificado digital em nuvem é necessário seguir alguns passos. Conheça quais são eles!

1. Escolha uma Autoridade Certificadora: o primeiro passo para adquirir seu certificado digital é escolher uma das Autoridades Certificadoras (ACs) subordinadas à Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil).

2. Selecione o certificado ideal: veja as opções oferecidas pela certificadora e selecione a mais indicada para o seu caso.

3. Apresente a documentação: apresente os documentos pessoais necessários ou os documentos da empresa à certificadora.

No último caso, costuma-se exigir:

  • Documento de constituição da empresa (estatuto, contrato social ou requerimento de empresário);
  • Documentos pessoais dos representantes legais (RG e CPF);
  • Cartão do CNPJ impresso.

4. Agende a validação: geralmente, é necessário que você compareça na certificadora para validar o documento. Afinal, além de fazer o cadastro biométrico, você também deverá assinar alguns termos.

Em alguns casos, também é possível validar o certificado digital por videoconferência, de forma totalmente online.

Caso esta seja a modalidade ideal para você, cheque com a AC se ela disponibiliza a validação à distância.

5. Aguarde a emissão do certificado: após a validação dos dados, o certificado digital ficará disponível de acordo com o prazo informado pela AC

Como renovar o certificado digital em nuvem?

A princípio, o recomendado solicitar a renovação do certificado digital em nuvem com, pelo menos, um mês de antecedência do dia do vencimento.

Desse modo, caso seja preciso resolver alguma pendência de documentação, ainda haverá tempo de solucioná-la sem que você perca o acesso à ferramenta.

Na prática, o único requisito para renovação é que o usuário já possua o certificado digital ativo dentro do prazo de validade.

Veja a seguir como acontece o processo de renovação do certificado em nuvem:

1. Faça a solicitação

Primeiramente é preciso realizar a solicitação da renovação. Para isso, será necessário entrar em contato com a AC.

A solicitação de renovação pode ser feita de modo remota (videoconferência) ou presencialmente — ou seja, assim como o processo de emissão, vai depender das opções oferecidas pela certificadora.

2. Reúna os documentos necessários

Será necessário apresentar alguns documentos no processo de solicitação da renovação.

Pessoa física

  • Documento de identificação (RG, CNH ou DNI);
  • CPF.

No caso do certificado digital ser utilizado para Conectividade Social, também será necessário anexar o comprovante de Inscrição do PIS, CEI ou CAEPF.

Pessoa jurídica

  • Cartão CNPJ;
  • Documentação de constituição da empresa com chancela digital ou possibilidade de validação da autenticidade digital (contrato social/ última alteração consolidada, certidão simplificada, Ata/Estatuto);
  • Documento de identificação do representante da empresa (RG, CNH ou DNI).

3. Emita o certificado digital

Por fim, após realizar a solicitação e apresentar os documentos necessários, é preciso aguardar que a AC valide os dados e, então, renove o certificado digital.

O tempo de espera varia de acordo com a certificadora. Em alguns casos, o certificado fica disponível no mesmo dia, porém também há empresas que pedem o prazo de um a dois dias úteis para finalizar o processo.

Conclusão

Neste artigo, você aprendeu como o certificado digital em nuvem consiste em uma modalidade de certificado que pode ser armazenado, gerenciado e compartilhado de forma totalmente online.

Isso significa que para acessá-lo e assinar documentos com assinatura digital, basta ter um acesso à internet à disposição.

Logo, podemos comprovar que ele é uma ferramenta que ajuda a agilizar os processos das empresas, permitindo assim um trabalho mais eficiente.

Então, que tal adquirir o seu certificado digital em nuvem?

Clique aqui ou no banner abaixo e solicite o seu pela Assinei!

Banner-CTA-Assinei-Certificado-Digital

Gostou desse conteúdo? Aproveite e leia nosso artigo sobre certificado digital para empresas.

Até a próxima!

Assinei | Assinaturas Digitais e Eletrônicas | Uma Solução Aliare