Fraude documental: como se proteger?

Imagem de destaque para artigo sobre fraude documental no Blog Assinei (Créditos: Shutterstock)
Conheça os principais tipos de fraude documental e saiba como evitá-las com o uso de tecnologias como a assinatura eletrônica

A fraude documental representa um risco para as organizações, já que pode causar danos irreparáveis e comprometer os processos e a credibilidade da empresa diante de parceiros e clientes.

Neste artigo vamos explicar o que é fraude documental, os principais tipos e as melhores formas de evitá-la.

Continue a leitura e saiba mais!

O que é fraude documental?

A fraude documental pode ser definida como uma prática ilícita que envolve a falsificação, manipulação e adulteração de documentos com a finalidade de enganar, ludibriar e obter vantagens indevidas.

Na prática, esses documentos podem ser contratos, recibos, faturas, comprovantes, documentos pessoais e outros.

Quais são os principais tipos de fraude documental?

A princípio, a fraude em documentos pode ocorrer de diversas formas. Vamos citar as principais a seguir!

Boletos falsos

Esse tipo de fraude acontece quando a vítima efetua a compra em uma loja virtual e escolhe pagar em boleto para aproveitar um desconto. Em seguida, o boleto chega por e-mail, tendo a loja como remetente.

No entanto, após realizar o pagamento, o cliente não recebe o produto adquirido, pois se trata de um site falso.

Existem casos que os fraudadores interceptam a correspondência da vítima a fim de trocar os boletos verdadeiros por falsos. Esses boletos falsificados parecem autênticos, mas quando o consumidor faz o pagamento, na verdade ele está transferindo o dinheiro para a conta dos golpistas.

Solicitação de empréstimos com documentos falsos

Essa fraude acontece quando o golpista utiliza o CPF da vítima e solicita empréstimos. Assim, no momento do preenchimento do cadastro, ele usa dados pessoais e comprova a identidade da vítima por meio da apresentação do comprovante de endereço.

Como resultado, a vítima fica endividada e só percebe que ocorreu a fraude quando recebe uma notificação informando que seu nome está negativado.

Abertura de empresas

Muitos criminosos abrem empresas em nome das vítimas, conhecidas como “laranjas”. Com isso, eles aplicam fraudes ainda maiores como financiamento em bancos e solicitação de empréstimos.

Roubo de dados com links para sites falsos

Os fraudadores criam sites de lojas conhecidas, quase idênticos as originais, para coletar dados pessoais e financeiros das vítimas. Nesse caso, o endereço eletrônico é parecido com o da loja original, sendo que a diferença pode estar na terminação do domínio ou na troca de uma letra.

A fraude pode ocorrer por meio de uma solicitação de recadastro ou aviso de erro de senha. Por isso é importante ficar atento e sempre conferir a URL do site.

Como identificar os principais sinais de fraude documental?

Em síntese, para identificar fraudes em documentos é necessário ficar atento aos detalhes e ter conhecimento sobre as características que confirmem a autenticidade do acordo.

A seguir alguns passos importantes que podem te ajudar:

  • Verifique a autenticidade da fonte: certifique se o documento foi obtido de uma fonte confiável e legítima;
  • Análise de assinaturas: compare a assinatura com outras assinaturas da mesma pessoa. Verifique se há inconsistências;
  • Avalie selos e carimbos: confira se os selos e carimbos estão nítidos e bem alinhados;
  • Verifique datas e informações: fique atento em relação às datas. Veja se estão corretas e coerentes com outros documentos;
  • Entre em contato com a fonte original: se possível, certifique-se com a fonte original, que elaborou o documento, para verificar a autenticidade e as informações;
  • Observe se há erros gramaticais: muitos casos de fraudes têm erros de ortografia e gramática. Fique atento aos detalhes!

Como evitar a fraude documental?

Existem algumas medidas importantes que podem ser adotadas para evitar fraude em documentos. Confira!

Verifique a sua validação

Na prática, é fundamental realizar a validação da identidade. Alguns recursos tecnológicos podem te ajudar nesse processo. Os documentos públicos, por exemplo, são criados por meio de combinações padronizadas de elementos gráficos e números.

Essa validação também pode ser feita por meio da autenticação da chave de segurança dos documentos emitidos de forma online, como as certidões digitais.

Use a assinatura eletrônica

A assinatura eletrônica é, basicamente, uma ferramenta usada para confirmar que seu titular concorda com o conteúdo expresso em um documento eletrônico.

Com a assinatura eletrônica é possível garantir mais segurança, visto que os documentos não ficarão sujeitos a fraudes e adulterações, o que pode ocorrer nas assinaturas manuscritas.

O uso de senhas, autenticação de dois fatores e criptografia garantem que o documento permanecerá seguro.

Por ter validade jurídica, é possível utilizar a assinatura eletrônica em diversos tipos de negociações, como:

  • Documentos de prestação de serviços ou vendas entre empresas;
  • Contrato de seguros e aluguel;
  • Operações bancárias.
Banner CTA com redirecionamento para página de solicitação de demonstração da Assinei. Descrição da imagem: monitor de computador com o dashboard inicial da plataforma Assinei na tela. Fundo da imagem na cor preto. Texto da imagem: Utilize a assinatura eletrônica e ganhe agilidade nas negociações. Solicite uma demonstração.

Invista em tecnologia para gerenciar seus documentos

Existem plataformas de gestão de documentos que desempenham um papel crucial na prevenção de fraudes empresariais. Com o uso delas aliado à digitalização, armazenamento seguro e automação de fluxos de trabalho, é possível guardar e gerenciar os documentos com:

  • Autenticação avançada (biometria, reconhecimento facial e impressões digitais);
  • Assinaturas eletrônicas e digitais;
  • Controle de acesso;
  • Armazenamento em nuvem;
  • Integração de dados;
  • Monitoramento em tempo real.

A Assinei, por exemplo, é uma plataforma especializada que simplifica os processos de gestão de documentos por meio de funcionalidades inovadoras como:

  • Gerenciamento do ciclo de vida dos contratos: elaboração, gerenciamento, assinatura, criação de tarefas e armazenamento dos documentos em uma única plataforma;
  • Gestão de documentos por cofres e pastas: facilita a organização e o controle de acesso aos documentos;
  • API de integraçãopreparada para integrações via API com diversos sistemas ERP;
  • Workflow de assinaturas: permite a definição do fluxo de assinaturas dos documentos. Assim, é possível escolher os participantes e como devem assinar;
  • Tecnologia blockchain e criptografia: garante a segurança e autenticidade dos documentos;
  • Armazenamento em nuvem: acesso dos documentos de qualquer lugar, com segurança em um único repositório, sem a necessidade de impressões;
  • Assinaturas eletrônicas e digitais: realizadas em conformidade com a Medida Provisória 2.200-2/2001 e Lei nº 14.063/2020, possuem validade jurídica.

Conclusão

Como vimos, a fraude em documentos é uma prática ilícita que pode ter diversos tipos de abordagens, seja por meio da emissão de boleto falso, solicitação de empréstimos em nome da vítima ou outros.

Nesse sentido, a melhor forma de evitar esse tipo de fraude é utilizando tecnologias que garantem a segurança completa dos seus documentos.

A Assinei trabalha com armazenamento seguro, assinatura eletrônica e gestão de documentos por cofres e pastas com embasamento jurídico e uso de tecnologia de ponta.

Ficou interessado? Clique aqui ou no banner abaixo e solicite uma demonstração da nossa plataforma.

Banner CTA com redirecionamento para página de solicitação de demonstração da Assinei. Descrição da imagem: mulher branca sorri. À sua frente, um notebook. Texto da imagem: Armazene, gerencie e assine seus contratos em uma única plataforma. Solicite uma demonstração.

Enfim, gostou desse conteúdo? Aproveite e leia nosso artigo sobre documentos sigilosos.

Até a próxima!

Assinei | Assinaturas Digitais e Eletrônicas | Uma Solução Aliare